Sem categoria

O W2 Downwind 2015, foi realizado com total êxito. Foi o quarto ano, de realização com índice alto de satisfação, o que confirma esta prova para 2016.

Atletas que vinham disputando a Tríplice Coroa e outros, apaixonados por esta prova, uniram-se para remar os 22 Km, trecho entre as cidades de Búzios e Cabo Frio.

Na sexta feira os atletas já começaram a chegar e se hospedar na cidade. O Hotel onde a organização estava, e onde seria a recepção, o Apa Pau Hotel, recebeu a maior parte pois todos buscaram comodidade, evitando o uso de carro para suas tarefas pré prova.

Já na sexta a previsão apontava para aquilo que ninguém queria, ou seja, vento contrário e zero de ondulação. Para não repetir a prova de 2014, onde os atletas remaram upwind ao invés de downwind, a decisão de inverter a direção da prova, foi anunciada no congresso técnico realizado no sábado.

Nesta noite de sábado, além do receptivo dos atletas e do congresso técnico, alguns atletas, experientes no downwind ou em provas internacionais, palestraram por 40 minutos para aqueles que estavam do auditório. Antonio Chaer (sup), Dave Macknight (Va’a), Lena Guimarães (sup), Guto Campos (Surfski) e Gustavo Ratones (sup), falaram de suas experiências e abordaram assuntos como: segurança, técnica, ajuda mutua no mar, entre outros assuntos, que somados à algumas experiências pessoais, e certamente elevaram a compreensão daqueles que lá estavam, sobre o formato downwind.

Além deles, a SPOT esteve representada por Guilheme Abad, marketing da Global Star, que explicou alguns detalhes sobre o funcionamento do equipamento. Por fim, João Castro falou sobre a prova e confirmou aquilo que todos esperavam ouvir, que a prova seria diferente.

A primeira opção era fazer Cabo Frio até Búzios, mas além de exigir que cada atleta, na chegada, tivesse que pegar seu carro e viajar para o Clube Náutico Cabo Frio, este ângulo de prova não estaria também favorecido pelas condições. Para facilitar a logística e aproveitar as fracas condições, de maneira mais alinhada, a prova foi realizada entre Arraial do Cabo (Praia dos Anjos) e Cabo Frio (Clube Náutico Cabo Frio).

O W2 Downwind foi a terceira prova a pontuar para o Ranking da Tríplice Coroa 2015, que começou com a Rio 34.1, depois Ilhas Cagarras.

Alguns nomes podem ser enaltecidos pela bela participação neste circuito. Marcio Adriani e Bruno Torquatro, treinados por Marcelo Esquilo, tiveram grande participação nas provas e certamente alcançaram o título “TRÍPLICE COROA 2015”! Coincidência ou não, Marcio, Bruno, Mauricio Thompson e Ivan Mundim, são treinados por Marcelo.

Glaucia Pompeu, também teve uma participação incrível, principalmente nesta terceira etapa. Treinada também por um competente professor, o também atleta André Rosa, mostrou no W2 o que é foco e prazer em remar.

Na Canoa Havaiana, especialmente na V1, Carlos José Lopes, o “China” como é mais conhecido, papou as três provas e chamou para o desafio em 2016, outros atletas que estejam dispostos em bate-lo!

No Surfski, a participação do atleta Pan-americano e olímpico, Guto Campos, enobreceu o evento. Guto venceu a sua categoria e foi o primeiro atleta a chegar no Clube Náutico Cabo Frio

Lena Guimarães, Marly Pires e Ariane Theóphilo, todas grandes atletas nacionais, dividiram o pódio da Stock, sendo Lena a campeã.

Não cabe aqui citar mais algumas grandes participações no W2 ou nas provas da Tríplice Coroa 2015, afinal foram muitas e este texto ficaria enorme, mas cabe agradecer a participação destes atletas que foram compensados por belas provas ou belos desafios. Os campeões em cada uma das categorias, serão patrocinados pela SPOT com inscrições em qualquer prova da Ecooutdoor, ou seja, Aloha Spirit, Rio 34.1, W2 Downwind Lagos, W2 Downwind Fortaleza e outras, serão pagas pela SPOT! Os atletas que participaram da Tríplice Coroa em 2015, terão área VIP nas etapas do Aloha Spirit 2016, atendimento prioritário e outros benefícios.

Nos dois últimos anos de “má sorte” em obter as condições que todos esperam, fez com que a Ecooutdoor anunciasse, que em 2016 certamente o W2 voltará para Fortaleza ou terá uma etapa por lá. A data já será marcada no começo do ano, para que os atletas tenham tempo de se programar.

O W2 2015 foi uma prova foi bastante rápida e os vencedores foram os seguintes:

Canoa havaiana V1 Masculino

1º Carlos José Lopes Ribeiro Filho

2º Francisco Pereira da Costa

Canoa havaiana OC1 Feminino

1º Gabi Latini 1.30.15

2º Gisele Banjar 1.32.44

3º Patricia Linger 1.35.32

Canoa havaiana OC1 Feminino 40+

1º Alice Nassif 1.29.40

2º Regina Destefani 1.36.26

3º Leticia Cunha Lana 1.36.57

Canoa havaiana OC1 Masculino

1º Pedro Henrique A. Weichert 1.14.36

2º Thiago Silva 1.18.17

3º Keylor Pimentel Silva 1.21.08

Canoa havaiana OC1 40+

1º Ricardo Moreira 1.21.09

2º Mauricio Noronha Chagas 1.25.52

SUP Stock Feminino

1º Lena Guimarães 1.36.46

2º Marly Pires 1.43.51

3º Ariane Theópilo 1.49.12

SUP Stock Feminino 40+

1º Glaucia Pompeu Siqueira 1.58.33 (André Rosa Team)

2º Tatiana Queiroz 2.00.43

SUP Stock Masculino

1º Marcio Adriani 1.30.15 (Marcelo Esquilo Team)

2º LeonardoRibeiro 1.51.24

3º Daniel Gomes de Oliveira 2.16.47

SUP Stock Masculino 40+

Marcelo Mello 1.42.39

Guilherme de Oliveira Souza 1.52.04

Alessandro Caldas 1.52.21

SUP Stock Masculino 50+

1º Ivan Luiz Mundin 1.39.58 (Marcelo Esquilo Team)

2º Luiz Claudio Theóphilo 1.51.05

3º Rodrigo Badaró Braga 2.07.37

SUP Unlimited Masculino

1º Bruno Torquatro  1.30.40 (Marcelo Esquilo Team)

2º Carlo Martini Caruso 1.32.31

3º Tiago Hule Caetano Barra (tempo a confirmar)

SUP Unlimited Masculino 40+

1º Mauricio Thompson 1.34.53 (Marcelo Esquilo Team)

2º Gratiniano Pardo Lucas 1.40.37

3º Fernando Ramos Mendes 1.46.19

Surfski

1º Guto Campos 1.08.54

2º Carmen Lúcia 1.18.07

3º Juliano Simões de Oliveira 1.26.47

Surfski 40+

1º Claudio Carraca 1.12.35

2º Marcos Lopes Santos 1.1.13.47

3º Leonardo Carneiro 1.17.15

Surfski 50+

1º Celso Ribeiro Filetti 1.11.08

2º Luiz Gustavo Mendes Campos 1.25.22

Os resultados oficiais estarão no site até o dia 30 de outubro. As fotos já estão disponíveis no Facebook e site. (www.triplicecoroa.com.br www.facebook.com/triplicecoroaEco)

A Ecooutdoor agradece seus patrocinadores e apoiadores. Spot, Clube Náutico Cabo Frio, Prefeitura Municipal de Búzios, Epic Kayaks, Pranchas Gustavo Ratones e hotel Apa Pau, Travel In. Institucionalmente obrigado à Fersuprj.

O W2 Downwind e Tríplice Coroa, são uma realização da Associação Magna de Desportes e Ecooutdoor Sports Business.

27 de outubro de 2015

Sobre o W2 Downwind 2015

O W2 Downwind 2015, foi realizado com total êxito. Foi o quarto ano, de realização com índice alto de satisfação, o que confirma esta prova para […]
27 de setembro de 2015

Ranking Tríplice Coroa após a segunda etapa

22 de setembro de 2015

Informação importante sobre a prova

21 de setembro de 2015

Marcelo Esquilo fala da prova Rio 34.1K

O desafio 34.1k, mexeu com os ânimos dos remadores mais experientes da nossa equipe. Quando a primeira convocação para a prova apareceu, rapidamente um burburinho entre […]